PROGRAMA ATMOSFERA

Novas florestas
Restaurar habitats e mitigar as mudanças climáticas

 
 
 
 
+NOTÍCIAS
 

Mesmo com promessas, mundo poderá esquentar 2,4°C neste século

Crise climática é real e imediata
 
 

20/08/2021 – Uma nova análise do Climate Action Tracker indica que mesmo com as atitudes das nações mais ricas, os esforços só conseguirão reduzir a temperatura média do planeta em 0,2°C neste século. O planeta deve aquecer 2,4°C até 2.100, bem além do que a meta de 1,5°C, acertada no Acordo de Paris, em 2016.

O relatório diz que a meta de 1,5°C é inviável para evitarmos uma tragédia climática, mas que ainda sim isso requer ações dos países mais ricos e desenvolvidos. "Nossa análise mostra que, enquanto o progresso está sendo feito, a lacuna de emissões em 2030 diminuiu apenas de 11% a 14%”, diz o grupo Climate Action Tracker.

"Ainda há muito trabalho a ser feito até o momento da COP em Glasgow para manter aberta a janela para limitar o aquecimento a 1,5°C”, afirma o grupo. Se não houver outras ações desses governos o aquecimento global pode atingir 2,9°C neste século e isso seria muito perigoso.

"Nosso cenário de metas mais otimistas para o aquecimento global até 2100 pode ser tão baixo quanto 2°C, o que é uma ligeira queda em comparação com nossa análise de dezembro de 2020”, diz o relatório.

"Embora estejamos na direção certa, mesmo sob as premissas de metas mais otimistas, ainda estamos longe do limite de 1,5°C. O fato de o aquecimento global atual estar agora 1,2°C acima dos níveis pré-industriais só serve para reforçar a urgência”, descreve o relatório do Climate Action Tracker.


Os pesquisadores apelam aos governos que ajam rapidamente.
Foto: Maxpixel/Reprodução


"Além disso, os governos ainda precisam adotar políticas suficientes para realmente cumprir as metas que estabeleceram. Em setembro de 2020, estimamos que as políticas atualmente implementadas, incluindo o efeito da pandemia, levarão a um aumento de temperatura de 2,9°C até o final de o século", afirma o grupo.

Os pesquisadores apelam aos governos que ajam rapidamente. "Essa lacuna de emissões precisa ser eliminada. Os países que não melhoraram suas metas precisam repensar: Austrália, México, Brasil, Rússia, Indonésia, Turquia e Arábia Saudita."

A pesquisa mostrou que a humanidade está usando o dobro dos recursos do planeta e isso está potencializando a desigualdade. Os países ricos consomem mais recursos e dispõe de mais dinheiro para comprar cada vez mais em outros locais. E um número cada vez maior de pessoas vivendo com rendas ainda menores, a beira da pobreza e da miséria. “Os países na faixa de renda por pessoa mais alta também estão entre os países com as maiores necessidades de recursos por pessoa, muitas vezes muito além do que pode ser replicado em todo o mundo”, dizem os pesquisadores.

“Se todas as pessoas na Terra adotassem a demanda material média dos residentes em Dubai, Suíça, Hong Kong ou Cingapura, seria necessária a biocapacidade de 3,7 planetas Terra, respectivamente. Em um mundo sustentável, a meta razoável de uma perspectiva de estabilidade ecológica pode ser usar não mais do que metade da capacidade do planeta."

Os pesquisadores lembram que em 1980 a humanidade usava cerca de 119% da capacidade de recursos do planeta.

Da Redação
Fotos: Maxpixel/Reprodução

 
 
 
 
     
     
CONHEÇA O PROGRAMA    
 
Sobre   FAQ
Atmosfera é um programa socioambiental que permite a neutralização e a compensação de emissões de gases do efeito estufa (GEE), sobretudo, o dióxido de carbono (CO2).   Tire suas dúvidas e fique por dentro do Programa Atmosfera. Qual o objetivo do Programa? Quem pode participar? O que pode ser neutralizado? O que é neutralização de gases de efeito estufa?
     
     
     
 
     
     
SAIBA MAIS    
 
 
Serviços Ambientais   Iniciativas
A neutralização ou compensação oferecida pelo Programa Atmosfera pode ser ligada direta ou indiretamente a produtos ou serviços que a empresa oferece, a processos, ações próprias ou terceirizados.   Conheça algumas iniciativas de empresas, governos, instituições de pesquisa científica, produtores rurais, fundos e outros órgãos que fizeram suas neutralizações por meio do Programa Atmosfera.
     
     
 
 
     
     
FAZENDO A DIFERENÇA    
 
ALIANÇAS   NOVAS FLORESTAS
A Agência Ambiental Pick-upau participa de movimentos, alianças, coalizões, pactos e redes para a mitigação das mudanças climáticas.   Esta restauração ecológica, independente da sua categoria, tem objetivo de sequestrar o carbono e ampliar os serviços ambientais voltados às florestas.
     
     
     
 
 
 
 
Incêndios florestais têm sido cada vez mais comuns em todo o mundo
Biomas brasileiros estão sendo destruídos por incêndios florestais
 
         
         
 
Realização  
 
 
 
     
PROGRAMA ATMOSFERA CONHEÇA + PROJETOS

SIGA-NOS-

 

 

 
Quem Somos
FAQ Programa de Compliance
Novas Florestas Negócios Sustentáveis
Serviços Socioambientais Projeto Aves
Iniciativas Rede de Sementes e Mudas
Notícias Plastic no Thanks
Alianças Reflorestamento e Produção Florestal
Clima Pesquisa Científica
Contato Publicações
Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental
  Centro de Estudos e Conservação da Flora
   
     
 
Todos os direitos reservados. Programa Atmosfera 2009 - 2021. Agência Ambiental Pick-upau 1999 - 2021.